Ontopsychology in its essence

Da Ontopsicologia

Revisão das 01h08min de 20 de Março de 2013 por Erico (discussão | contribs)
(dif) ← Revisão anterior | Revisão actual (dif) | Revisão seguinte → (dif)
Vídeo "Brief presentation of Ontopsychology" [+]

The present video, produced by the International Ontopsychology Association in partnership with the Saint Petersburg State University, briefly presents, in a very straigtforward language, the problems which motivated the original researches conducted by the the Ontopsychological School and the main contributions of Ontopsychology to Science.

Particularly, it describes its descoveries done along decades of research done by the italian scientist Antonio Meneghetti and his numberless co-researchers in several Universities, Research Institutes and Accademies em in many parts of the globe: semantic field, monitor of deflexion and Ontic In-itself.

The discoveries of Ontopsychology broaden and complete the classical scientific method (inductive-deductive), bringing within, as a practical consequence, the possibility of refounding sciences, starting from the discovery of an elementary criteria (Ontic In-itself) that restores to the human logic its capacity of ontological nexus, that is, nexus with the Lifeworld (Husserl)[1].

Therefore, in its essence, Ontopsychology means that knowing and being are reversible[2] but, for that to be effective, a critical revision of consciousness is needed, according to the three discoveries, that complete and broaden the scientific method today present in the world.

Índice

The scientifical problem

Nature has no opinions, it has got projects: lion, fish, tree, man etc. What information does the instinct of these living beings follow?

Nature has no opinions: it has got projects[3]. It is eternally loyal to itself.

In nature, every living being, be it an animal or vegetable, knows, at each moment, exactly what it has to do.

What information does the instinct of these living beings follow?

And we, human, are a part of this project. A part of this project is inflexible, mandatory, we cannot contradict it. Penalty? Death or self-destruction. Another part of this project is free, open, we can continue it in infinite evolution, as long as we do not contradict the elementary basis of this project, which is written with the simplicity of the universal laws of cosmos.

More than 10 trilhion cells are active in the human body. Each cell operates and knows how to operate in each and every moment of its life. Each cell acts following an exact information.

What information enables that each cell acts in an exact and coerent way with the rest of the organism?
If this information directs cells, is it possible to identify if in the human psiche? If it works for each cell, can it also work for the human psiche?

Isolating this basic-information of nature in the human being means to recover the capacity of exact human knowledge, that is, Ontopsychology, as a matter of fact, is a way or proposal to solve the critical problem of knowledge.

The ontopsychological innovative proposal

Todo ser humano possui uma informação-base que corresponde à própria biologia, ou lógica da vida: o Em Si ôntico. Mas quais mecanismos racionais desviam ou defletem essa informação elementar da natureza no interior da psique humana?

Ontopsicologia é o estudo teórico e a aplicação prática da informação-base que opera no interior de todo ser humano, da célula, individualmente, ao inteiro organismo[4].

Ela nasce de uma intuição do Prof. Antonio Meneghetti, testada por mais de 10 anos de atividade clínica que demonstraram a exatidão de suas teorias.

Em particular, ele descobriu que todo ser humano possui uma informação-base que corresponde à biologia, ou lógica da vida: se atuada, ela leva o ser humano à própria realização em qualquer momento e situação.

A informação-base da vida foi nomeada Em Si ôntico. Meneghetti a identificou, interpretou e descreveu cientificamente em seus efeitos. O Em Si ôntico representa o nexo ontológico entre todo indivíduo e o mundo-da-vida, ao qual todo ser humano, como quer que seja, pertence[5].

Ele então indicou como o Em Si ôntico atua na psique humana e quais mecanismos racionais desviam ou defletem esta informação, portanto, levando o indivíduo a comportar-se contra o seu próprio bem-estar e aquele de outras pessoas: o monitor de deflexão[6].

Ele também detectou como essa informação-base, o Em Si ôntico, no núcleo de cada ser humano, é levada não apenas à consciência, mas também para todas as outras formas de vida e a codificou em uma linguagem capaz de interpretar essa informação em todos os campos da existência, denominando-a campo semântico[7].

A Ontopsicologia se remete à tradição clássica, introduzindo uma dimensão ontológica na psicologia contemporânea, portanto, individuando o princípio que origina todo efeito.

Ontopsychology and the Saint Petersburg State University[8]

O Capitólio, um dos símbolos de Roma, foi o palco escolhido para abrigar a solenidade de entrega dos primeiros títulos Post-Lauream em Ontopsicologia conferidos pela Universidade Estatal de São Petersburgo, em 3 de Setembro de 2001, na Sala Protometeca[9]. Na ocasião, o fundador da Ontopsicologia, Antonio Meneghetti afirmava:

Entrega em mãos dos primeiros Diplomas em Ontopsicologia pela então Reitora da Universidade Estatal de São Petersburgo, Dra. Ludmila Verbitzkaya.
"Tive a fortuna que, antes de morrer, o pensamento que vi começa a ser compreendido. A Ontopsicologia descobriu a lógica simples que a vida usa no interior das próprias individuações. Se não houvesse a mente iluminante da Grand Doktor Nauk, Profa. Ludmila A. Verbitskaja, não teríamos chegado até aqui: é ela a grande mente que selecionou a Ontopsicologia. Também a Faculdade de Psicologia da trabalhou tanto, especialmente na pessoa do Prof. Dr. Krylov. O povo russo possui uma inteligência extraordinária, é a inteligência mais humana que encontrei neste planeta. Viveu tantas contradições e paga com sangue os próprios erros. É uma inteligência que nunca pediu piedade a ninguém. A esta inteligência, após ter proposto o que era a Ontopsicologia, esta inteligência pensou por ao menos 15 anos e, hoje, há esta aprovação. É uma aprovação de consenso. Justamente nesta Universidade ocorre a entrega destes Diplomas, na presença do Reitor que, enquanto Reitor, jamais entregou em mãos Diplomas, é a primeira vez que o faz, e se viu a alegria com a qual o fez. De todo modo, os aprovados foram fantásticos e talvez, pela primeira vez, em mim senti diminuir a esperança e aumentar a felicidade, porque entre nós agora temos verdadeiros mestres neste conhecimento racional. Certamente, a Ontopsicologia precisará de alguns séculos para ser compreendida em sua integralidade, porém, é um imenso conforto que se inicie já agora, porque isso faz prazer a poucos homens de serem aliados, amigos do Ser e, portanto, amantes verdadeiros do humano histórico."

The first Diplomas in Ontopsychology

The complete video covering the solemnity when the first Diplomas in Ontopsychology is available as follows:

Mais informações

Nos últimos 40 anos, o fundador da Ontopsicologia, Antonio Meneghetti, escreveu mais de 40 livros e explicou seu pensamento em inúmeras conferências internacionais em várias partes do mundo. Anualmente, é possível acompanhar a evolução de seu pensamento na Summer University of Ontopsychology, que geralmente ocorre durante o mês de Agosto, na Itália.

Associações

Universidades

A Ontopsicologia é ensinada na Universidade Estatal de São Petersburgo (Rússia), na Antonio Meneghetti Faculdade (Brasil), e em diversas instituições públicas e privadas ao redor do mundo: Letônia, Ucrânia, Itália, Alemanha, China, entre outros.

Referências

  1. HUSSERL, Edmund. A crise das ciências européias e a fenomenologia transcendental. 2 ed. (alemão). Haag: Martinus Nijhoff, 1976. ISBN 90-247-0221-6
  2. MENEGHETTI, Antonio. Manual de Ontopsicologia. 4 ed. rev. Recanto Maestro: Ontopsicologica Ed, 2010. ISBN 978-85-88381-52-0
  3. MENEGHETTI, Antonio. Projeto Homem. 3 ed. Recanto Maestro: Ontopsicologica Editrice, 2011
  4. MENEGHETTI, Antonio. Dicionário de Ontopsicologia. 2 ed. rev. Recanto Maestro: Ontopsicologica Editrice, 2008. ISBN 978-85-88381-41-4
  5. MENEGHETTI, Antonio. O Em Si do Homem. 5 ed. Recanto Maestro: Ontopsicologica Ed, 2004. ISBN 85-8838115-X
  6. MENEGHETTI, Antonio. O monitor de deflexão na psique humana. 5 ed. Recanto Maestro: Ontopsicologica Ed, 2005. ISBN 85-88381-20-6
  7. MENEGHETTI, Antonio. Campo Semântico. 3 ed. Recanto Maestro: Ontopsicologica Ed, 2005. ISBN 85-88381-26-5
  8. Department of Psychology of the Saint Petersburg State University (em Inglês)
  9. Вручение первых государственных дипломов по онтопсихологии / Entrega dos primeiros Diplomas em Ontopsicologia (em Russo)
Ferramentas pessoais